quinta-feira, 29 de junho de 2017

A ESCALADA EVOLUTIVA - Capítulo 33 da Apostila do Carrossel de Luz



            Decorridos 144 encontros semanais do CARROSSEL DE LUZ I, canalizamos a mensagem abaixo, a qual expressa que, embora conscientemente soubéssemos que se aproximava uma etapa de mudança e crescimento, nossos corações  habituados ao apego, ainda desejavam a permanência no grupo. Mais uma vez, o Mestre veio em nosso auxílio:

MENSAGEM

Vossa tristeza é ocasionada pelo apego que ainda tendes em vossos corações. Quando o Criador libera uma parcela de sua energia e a lança no mundo manifesto, separa-se de sua criação e dá vida a um ser humano; Quando vós, pais humanos, liberais de si mesmos, parte de vossa energia e de vossa matéria, dais vida a um filho, que também é separado de vós; Compreendei que a separação é apenas uma ilusão do mundo material, e que aquilo que Nosso Pai Celestial uniu nos céus, nenhum homem jamais irá separar na terra.

                                         EU SOU em Vós
                                       E Vós Sois em MIM.
                                       EU SOU SANANDA
                                      ( 03/09/04 , às 12:00, no consultório)

            Esta mensagem marca o início da multiplicação do CARROSSEL DE LUZ, através da formação de dois novos grupos, a partir do desmembramento do grupo inicial.
            Na reunião do dia 09/09/04, foi canalizada a representação gráfica a seguir, na qual é mostrada a escalada evolutiva, desde o nível da matéria densa, até as sutis energias do CRISTO. Como um instrumento musical tocado por DEUS, cabe a cada ser humano qualificar amorosamente suas energias mais densas, para que possa abrir os chacras superiores e conectar-se ao CRISTO, através da manifestação de seu Cristo Interno.
            A Representação Setenária está presente na linguagem comum e nos ensinamentos de todas as Tradições Espirituais da Humanidade: Os Sete Selos Bíblicos, Os Sete Mestres Ascencionados, As Sete Cores do Arco-Íris, As Sete Notas Musicais, Os Sete Chacras do Corpo Energético, mostrando-nos a UNIDADE existente entre TODOS os RAIOS, em todos os REINOS, e em todos os NÍVEIS de expressão da energia UNIFICADA que é DEUS.
            No próprio texto bíblico, encontramos esta referência à escalada evolutiva:

E sonhou: e eis uma escada era posta na terra, cujo topo tocava nos céus: e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela; Versículo17: E temeu e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar senão a casa de Deus; e esta é a porta dos céus.” (Bíblia Sagrada: Gênesis, 28:12).

 A Escada de Jacó é um símbolo bíblico que evidencia que somente chegaremos à morada de Deus se galgarmos degrau por degrau a escada da vida. Simboliza o caminho da evolução espiritual. Quando o discípulo coloca o pé no primeiro degrau da escada, inicia sua busca pelo aperfeiçoamento.
O conhecimento esotérico também se refere à escada de Jacó, através da qual os anjos sobem e descem, simbolizando os ciclos evolutivos e involutivos da vida, num movimento de fluxo e refluxo através dos sucessivos nascimentos e mortes, até que a Maestria seja alcançada.
            A consciência desta Unidade possibilita que se abram portais de comunicação entre os Reinos Elemental, Vegetal, Animal, Humano e Angélico, para que os Seres de todos os Reinos possam trabalhar em conjunto pela manifestação do Plano Divino sobre a Terra.
O Reino Elemental (espíritos do fogo, da água, da terra e do ar) estão acessíveis ao contato através dos sensitivos que trazem esta missão, em suas existências.  Eles correspondem ao nível energético do corpo humano.
O Reino Mineral está associado à estrutura física do Ser Humano, sendo representado pela Energia Dévica das Montanhas, tendo sua expressão máxima no Himalaia e no Tibet. Como no caso do acesso ao reino elemental, também ocorre através dos sensitivos designados pelo Plano Divino, para este mister, por meio do conhecimento das pedras preciosas. Eles correspondem ao nível físico do corpo humano.
O Reino Vegetal pode ser acessado através do conhecimento mitológico a respeito das Dríades e Amadríades (espíritos do Reino Vegetal), que vivem nas matas e florestas e correspondem ao sistema nervoso dos Seres Humanos.
No Reino Animal, os animais domésticos, que pertencem a Almas-Grupo mais evoluídas desta etapa, funcionam como elementos de proteção dos Seres Humanos, absorvendo suas cargas de energia negativa, para descarregá-las através dos Reinos Vegetal, mineral e Elemental, que se encontram nos níveis inferiores da escala evolutiva. É possível entrar em contato com eles, através da Técnica de Captação Psíquica[2], desde que um Profissional de Saúde Mental (Psicólogo ou Psiquiatra), habilitado na técnica (ele deve conhecer a linguagem telegráfica, para se comunicar com os animais, através de movimentos simbólicos de sim ou não), esteja presente, para ressignificar as experiências captadas, caso seja necessário. Eles correspondem ao instinto dos Seres Humanos.
            O Reino Angélico é responsável pela evolução emocional dos Seres Humanos, auxiliando-nos como Anjos da Guarda, e socorrendo-nos sempre que solicitados. As Tradições Espirituais que os estudam, ensinam como se conectar com eles, através de Invocações e Decretos. Eles correspondem aos sentimentos dos Seres Humanos.
O funcionamento harmonioso e integrado entre todos os Seres, de todos os Reinos, em todos os níveis evolutivos é o objetivo da evolução do planeta: O Paraíso manifestado na Terra.
            No gráfico a seguir, podemos ver a representação dessa unidade, onde o CRISTO é a expressão máxima da pirâmide evolutiva, aguardando a chegada da Humanidade ao décimo segundo estado de consciência, para que possamos entrar em unidade com ELE.
            Em seu próprio corpo energético, o Ser Humano já possui os potenciais necessários à sua evolução; Os sete centros energéticos ou chacras, os quais representam os sete selos bíblicos, que vão sendo abertos como portais internos que dão acesso aos Estados Superiores de Consciência, que se abrem a cada Ser Humano, em cada faixa vibracional, específica de cada nível evolutivo da Escala Espiritual.
            A evolução humana se completa nesta fase reencarnatória, quando cada Ser submete as quatro funções da Personalidade, ao comando das três funções da Individualidade, alcançando a Maestria, ou o comando sobre as próprias energias.
Na grande espiral evolutiva que envolve o planeta, os Sete Raios de Deus vibram permanentemente, descendendo do CRISTO PLANETÁRIO, na décima segunda esfera, até o nível do primeiro estado de consciência (material). Estes Doze Raios são divididos em 5 Raios Cósmicos, ainda não disponíveis para o uso da humanidade, e os 7 Raios Planetários, que correspondem aos sete chacras do Ser Humano, através de cuja abertura, este poderá alcançar Estados de Consciência mais elevados.      Através do uso das Chamas dos Sete Raios Planetários e possível colocarmos os quatro níveis de nossas Personalidades sob o comando dos três níveis das nossas Individualidades, alcançando o Estado de Consciência de Mestria.
Em seu processo evolutivo, do primeiro ao sétimo raio, os seres evolucionantes, quer estejam no plano físico ou espiritual, deverão alçar, gradativamente a espiral evolutiva (Escada de Jacó), subindo degrau por degrau, até alcançarem a saída do processo reencarnatório, com a absorção da energia condensada da matéria, transformando-a em pura Luz (Ascensão).
Neste processo, cada Individualidade deverá aprender a equilibrar seus desejos materiais, sexuais, desejos de poder e afetivos, para que possa submeter as suas Personalidades ao comando das suas Individualidades, alcançando o ponto de equilíbrio entre os extremos da expressão de cada um desses níveis. Para que isto seja possível, torna-se necessário que cada Individualidade em evolução aprenda a qualificar seus pensamentos, sentimentos, palavras e ações com a energia das Sete Chamas: Força, Sabedoria, Amor, Paz, Harmonia, Fé e Misericórdia. A vontade humana deverá ser submetida à Vontade Divina; a energia sexual deverá ser utilizada com Sabedoria; o poder deverá ser exercido com Amor; o afeto deverá ser pacificado; o conhecimento deverá ser esclarecido pela Verdade de Deus; a intuição deverá estar a serviço da Fé e a espiritualidade deverá estar associada à Misericórdia.
A consciência do caminho a ser seguido, para que a meta crística seja alcançada, facilita que o Ser evolucionante recupere suas forças vitais em cada etapa, gradativamente harmonizando suas energias, cada vez que uma nova memória tenha sido aberta e esvaziada. Em cada fase, maiores porções de energia do Eu Superior tornam-se disponíveis para utilização, tornando-se cada vez maior o suporte ao processo evolutivo, até que todas as memórias do Eu Inferior tenham sido polarizadas positivamente, tornando desnecessário o controle do Eu Idealizado ou máscara personativa. Teremos assim atingido a Maestria.
Este processo é vivenciado em quarenta e nove etapas, formadas pela intersecção entre os sete atributos divinos e os sete estados de consciência do ser humano. O objetivo evolutivo é que o desejo seja orientado em direção a auto-realização do Ser, atravessando os conflitos característicos de cada etapa evolutiva, até que seja encontrado o ponto de equilíbrio entre os extremos.
No gráfico a seguir, podemos ver a representação dessa unidade, onde o CRISTO é a expressão máxima da pirâmide evolutiva, aguardando a evolução da Humanidade ao décimo segundo estado de consciência, para que possamos entrar em unidade com ELE.








[1] Texto de autoria de Sueli Meirelles. Mensagem e gráfico por ela canalizados.
[2] Técnica desenvolvida pela autora, para o contato com o inconsciente profundo, através de sensitivos captadores.