terça-feira, 30 de setembro de 2014

INDIVIDUALIDADE E PERSONALIDADE - Capítulo 9 da Apostila do Carrossel de Luz


       A base do processo evolutivo é a vontade, o desejo de progresso, que tem como conseqüência a regeneração, o que equivale a dizer-se (conhece-te a ti mesmo – Sócrates), para poderes conhecer o mundo físico e exterior.
       Dentro de um enfoque holístico (total) do ser humano, podemos considerá-lo como sendo constituído pelos seguintes aspectos ou níveis de funcionamento:

 .1. INDIVIDUALIDADE

   É a essência do Ser Humano; a parte imperecível, a Mônada Divina e eterna manifestada na forma de energia tríplice (Força-Amor-Sabedoria) e que se subdivide em tres partes:

1.1. NÍVEL ESPIRITUAL – É o espírito do homem, a parte mais abstrata da natureza humana; a realidade única que se manifesta em todos os planos e de cuja essência todos os nossos princípios são aspectos. É a parte mais sutil da Individualidade e expressa a vontade de progredir na escalada ascencional da espiritualidade.
               Representa a completa emancipação e libertação do Ser Humano que busque transmutar as forças inferiores em forças superiores e estas, em forças divinas, possibilitando a completa identificação com a Mente Superior.

1.2.       NÍVEL INTUITIVO  – É o intelecto iluminado, a intuição, o discernimento. É a alma ou mente universal que interliga todos os seres num único campo eletromagnético (inconsciente coletivo ou rede de intercomunicação eletromagnética), através do qual todas as mentes tornam-se acessíveis umas às outras. É o sexto princípio do homem, a intuição, considerado o veículo de expressão do espírito. É o canal através do qual se entra em contato com o acervo de conhecimentos adquiridos através das sucessivas existências. Constitui uma das três partes da individualidade humana, contendo as potencialidades acumuladas ao longo dos tempos. É também através dele que o homem promove insights - pela apreensão da totalidade de aspectos dos mesmos - e se coloca em contato com o próprio eu superior e com os seres de diferentes níveis espirituais, através de visualizações, intuições, premonições etc, perceptíveis quando a pessoa se encontra em estado alterado de consciência.

1.3.       NÍVEL MENTAL SUPERIOR OU CORPO CAUSAL: É o nível mental dos ideais; é a faculdade pensante que faz do homem um ser inteligente; é o que o distingue do animal. É o princípio individualizante, que permite ao homem saber que existe, sente e conhece. É o registro total (corpo causal) dos efeitos da manifestação fenomêmica de todos os seres e coisas, independentemente do seu aspecto no mundo da forma. É o veículo, centro da consciência, que, do ponto de vista do plano físico é permanente, pois perdura durante o ciclo de existências, sendo a causa das experiências futuras e servindo de meio de comunicação entre nossa consciência e o mundo dos divinos arquétipos (modelos). A diferença entre o mental inferior e o mental superior é que esse último não morre com o término da existência física, mas subsiste durante a evolução da Mônada. Nenhuma utilidade teria as sucessivas existências terrenas para o ser, se ele não possuísse o corpo causal como meio de condensação de resultados. É chamado corpo causal porque reúne dentro de si a essência de todas as experiências que, atuando como causas, modelam as existências seguintes.

1.4.       PERSONALIDADE: É a parte do Ser que se desenvolve, em cada existência, a partir da interação da INDIVIDUALIDADE com os estímulos oferecidos pelo meio ambiente. Quando a existência termina, todo o arquivo das experiências vividas é transferido para o nível mental superior, tornando-se um arquivo permanente. Este mecanismo torna possível o acesso às vivências passadas, através das experiências de regressão de memória.

1.5.       NÍVEL MENTAL INFERIOR, CORPO MENTAL OU NÍVEL DE PENSAMENTO OBJETIVO – É o nível de pensamento prático e objetivo do ser humano, utilizado em sua relação com o mundo da matéria, nos seus aspectos mais concretos e imediatos. Permite a organização e o planejamento da vida diária. É o princípio pensante, veículo da consciência, que guarda relação com o grau de evolução e experiência que a Individualidade tenha alcançado durante suas existências anteriores. É formado de matéria do mundo mental e por meio dele a Mônada pode comunicar-se, adquirir conhecimento do universo físico e exercitar o raciocínio. Seu trabalho específico é a produção do pensamento.

1.6.        NÍVEL EMOCIONAL OU CORPO ASTRAL OU CORPO DE EMOÇÕES -  É o nível de funcionamento onde se registram as emoções vivenciadas ao longo do tempo. É o nível sobre o qual recai, predominantemente, a atuação transformadora do autoconhecimento. Representa o AMOR, a energia que circula pelos demais níveis de funcionamento, colocando-os em estado de ativação. É o veículo invisível à percepção física que interpenetra e circunda o corpo físico e que nos proporciona as experiências relacionadas com os desejos e emoções. O conjunto de matéria sutil de diferentes densidades que o compõe está organizado de conformidade com a composição do plano astral (astral significa estelar e refere-se à aparência luminosa deste veículo).

1.7.        NÍVEL CINESTÉSICO OU CORPO ETÉRICO OU CORPO DE SENSAÇÕES – É o nível de registro de todas as sensações experimentadas que costumam acompanhar os registros emocionais. São comuns as sensações de dor, frio, calor, pressão etc. Sua principal função é transformar as energias solares em princípios vitais assimiláveis pelo corpo físico. As sobras de tais energias excedem o limite do corpo físico, formando um campo energético ao redor do corpo físico, que pode ser observado pelos clarividentes em avaliações de condições de saúde.

1.8.       NÍVEL FÍSICO OU CORPO FÍSICO – É o nível de funcionamento mais denso, representado pela concentração de energia que compõe o corpo físico manifestado na terceira dimensão. É o veículo físico humano (mineral, vegetal e animal) formado por matéria da região química densa. É o mais perfeito e precioso de todos os veículos humanos, porque embora seja o mais inferior, é o mais completo e sem ele, os outros nos seriam de pouca utilidade, uma vez que somente ele é capaz de nos permitir fazer frente às condições do mundo físico, no qual vivemos nossas experiências de aprendizagem evolutiva.

Site: www.suelimeirelles.com


Email: suelimeirelles@gmail.com


[1] Texto de autoria de Sueli Meirelles

domingo, 20 de julho de 2014

CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO - Artigo


                   CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO
(*) Sueli Meirelles
            De forma natural e espontânea, a maioria das pessoas busca respostas para suas indagações sobre o surgimento da vida no planeta, sobre a Presença de Deus, tendo como contrapartida as últimas descobertas científicas, muitas vezes gerando ainda mais dúvidas. Como vivemos num plano de dualidade, logo surge a tendência para a oposição de conceitos e não, para a sua integração. Nesse contexto, as pesquisas da Psicologia Transpessoal podem muito contribuir, a partir da observação dos fenômenos psicoespirituais, facilitando a dissolução dos conflitos conceituais criados pela dualidade da mente humana. Em relação a esse tema, a Academia de Ciência dos Estados Unidos assim se pronuncia, muito mais tomando partido, do que esclarecendo o assunto:
“Hoje, muitas denominações religiosas aceitam que a evolução biológica tem produzido a diversidade dos seres vivos ao longo de bilhões de anos da história da Terra. Muitas emitiram declarações observando que a evolução e os princípios de sua fé são compatíveis. Os cientistas e teólogos têm escrito sobre a eloquência, espanto e admiração na história do universo e da vida neste planeta, explicando que eles não veem nenhum conflito entre sua fé em Deus e na evidência da evolução. As confissões religiosas que não aceitam a ocorrência de evolução tendem a ser aqueles que acreditam na estrita interpretação literal dos textos religiosos.”

            Em meio a tantas polemicas geradas pela separatividade do pensamento humano, reportamo-nos às pesquisas de fenômenos psicoespirituais realizadas nos últimos 27 anos, associadas ao estudo comparado de diferentes Tradições Religiosas, história, lingüística e psicologia transpessoal, num movimento de síntese resultante da ATH-Abordagem Transdisciplinar Holística em Psicoterapia. Eis o que temos encontrado, no inconsciente profundo de mais de 2.600 pacientes, com relação à história da humanidade:
            Uma partícula do Divino ou Monada desprende-se do Todo que é Deus e vibra no Reino Elemental, na forma de alma-grupo, constituindo as forças da natureza (terra, ar, fogo, água), como simples energia. Ao se condensar, adquire a forma de matéria e evolui no Reino Mineral, do carbono bruto às pedras preciosas. Ao acrescentar sensibilidade, entra no Reino Vegetal, e evolui das ervas daninhas às orquídeas. Posteriormente, entra no Reino Animal e desenvolve instinto, sentimento e pensamento rudimentar, evoluindo das feras aos animais domésticos. Terminada essa etapa evolutiva, a alma-grupo se individualiza e entra no Reino Humano, desenvolvendo aparelho fonador, neocórtex (parte do cérebro responsável pelo pensamento criativo), evoluindo do homem primitivo aos Mestres, subordinando suas Personalidades (desejo material, sexual, desejo de poder e apego afetivo) parte nominada e existente apenas entre o nascimento e a morte, ao comando da Individualidade inominada e eterna, composta pelos níveis psíquico, intuitivo e essência espiritual. Saindo do ciclo reencarnatório, os Mestres evoluem para o Reino Angélico, retornando à Casa do Pai.
A descida do Divino para o plano material constitui o processo de involução; a subida do plano material para o divino constitui o processo de evolução. Dessa forma a Criação Divina comanda o processo evolutivo, através dos milênios, em todo o Universo, através de um longo processo de aperfeiçoamento e sobreposição de camadas de complexidade, em diferentes expressões e formas de vida. Em nosso próprio corpo, temos a representação de todos esses níveis evolutivos: Temos a energia dos elementais, os minerais, o sistema vegetativo (sistema nervoso), o instinto do reino animal e o livre arbítrio que adquirimos, ao entrarmos no reino humano, como seres pensantes e co-criadores com Deus. Assim, compreendemos a beleza do Plano Divino, que inclui todo o conhecimento científico, à medida que a humanidade evolui e se torna capaz de compreende-lo, em toda o seu esplendor e perfeição.
           
(*) Especialista em Psicologia Clínica e Pesquisadora de Fenômenos Psicoespirituais. Membro do Cit-Colégio Internacional de Terapeutas e da ALUBRAT-Associação Luso Brasileira de Psicologia Transpessoal.


sexta-feira, 11 de julho de 2014

ASAS DO AMOR - Poema



Dizem que algumas pessoas
São anjos do céu
Descidos na Terra...

Qual o mistério do véu
Que esta fala encerra?

Como é possível que almas pequenas
Com vestes terrenas
Possam trazer o candor
E o perfume da flor,
Espalhando sua essência,
E expandindo a consciência, 
Com todo fervor?

Ah! Esse mistério tão simples
Consiste em saber
Que aquele que ama pra valer,
Pode, simplesmente,
Com o coração e a mente, 
Abraçar cada vivente,
Para que a energia que flui do coração
Estabeleça a comunhão, 
Que faz a luz circundante
Tornar-se abarcante
Envolvendo as pessoas,
E tecendo as asas do amor,
Que nada mais são
Do que laços de ternura,
Que dissolvem a amargura, 
Revelando a beleza da vida,
Em todo o seu esplendor...

E assim,
As asas que aparecem,
Não pertencem somente a um.

São construídas no encontro,
De seres em Unidade,
Que descobriram a verdade,
De tudo que tem em comum.

Sueli Meirelles, em Nova Friburgo, 11/07/14.
Com gratidão, a todos/todas vocês!


Compartilhe e ajude a formar a Massa Crística da Nova Mentalidade.

Lives disponíveis em meu canal, no Youtube: https://www.youtube.com/user/MEIRELLESSUELI/videos

Contatos:
Whtasapp: 55 22 99955-7166
Email: suelimeirelles@gmail.com






sábado, 28 de junho de 2014

segunda-feira, 23 de junho de 2014

RESSURREIÇÃO E REENCARNAÇÃO - Artigo


            Dentre os pontos obscuros no diálogo inter-religioso este é um tema que merece toda a atenção das pesquisas de ponta, por parte da Psicologia Transpessoal. Para que possamos compreender estes dois lindos fenômenos, precisamos, primeiramente, compreender a estrutura da psique humana, para que, depois, possamos aprofundar o significado dos dois termos.
            A psique humana divide-se em duas partes, orientadas pelo movimento descendente do espírito para a matéria, em sua caminhada, rumo ao aperfeiçoamento do Ser: A Individualidade, essência eterna e a Personalidade perecível, existente apenas no intervalo entre nascimento e morte.
A Individualidade por sua vez, é formada por três partes:
7. Nível Espiritual: O Espírito Eterno, criado a imagem e semelhança do Divino. Está relacionado à glândula pineal, estrutura responsável pelas percepções ampliadas dos estados superiores de consciência. Pessoas sensitivas, por exemplo, segundo as pesquisas do Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, apresentam maior quantidade de cristais de apatita, nesta glândula, o que as transforma em trans-comunicadores inter-dimensionais, independentemente da Tradição Religiosa que sigam. Este é um fenômeno psico-espiritual característico do ser humano, através do qual ele se conecta com o Divino, podendo profetizar. É também o nível dos conflitos  sutis entre Orgulho e Humildade.
6. Nível Intuitivo: O nível intuitivo está relacionado a glândula hipófise e apresenta função dupla: Permite que a percepção humana se movimente no espaço-tempo, tanto podendo movimentar-se à frente (premonição, visões) como para traz (regressão à infância, ao nascimento, à vida intra-uterina e aos registros transpessoais, de outras existencias da Individualidade). É importante sinalizar que as percepções de futuro não representam pré-destinações, mas apenas probabilidades de ocorrências de fenômenos, que podem ser transmutadas (transformadas de negativas em positivas, através do poder das orações). O nível intuitivo tanto transmite as orientações divinas, como funciona como canal de auto-expressão da criatividade humana. Por esse motivo, muitas pessoas ficam em dúvida se estão trans- comunicando ou imaginando. Em suas pesquisas, o Dr. Júlio Peres identificou que, durante o transe regressivo, por exemplo, a parte cerebral ativada é o velho córtex (memória) e não, o neo-córtex, responsável pela imaginação e pensamento criativo. Estes dois primeiros níveis (espiritual e intuitivo) relacionados às glândulas pineal e hipófise, compõem sentidos de percepção extra-física do ser humano, funcionando de modo complementar aos cinco sentidos (visão, audição, olfato, tato e paladar) voltados para a percepção do mundo concreto. Desse modo, podemos dizer que o ser humano possui sete sentidos e não apenas os cinco sentidos habitualmente conhecidos. É o nível dos conflitos sutis entre Vaidade e Simplicidade, onde o ser humano corre o risco de se empolgar com suas percepções extra-sensoriais e tentar manipular os seus semelhantes, com sérios prejuízos para o seu processo de aperfeiçoamento espiritual.
5. Nível Psíquico: É o nível da compreensão racional; da lógica; da capacidade avaliativa do ser humano, na relação com o mundo concreto; o mundo tridimensional em que vivemos, baseando-se no que pode ser percebido através dos cinco sentidos habituais. É o nível dos conflitos entre certo e errado, que conduzem ao julgamento do próximo e da retirada de afeto, quando o outro não corresponde às expectativas.
            A Personalidade humana, por sua vez, é a parte perecível e existente apenas no intervalo entre nascimento e morte. É o nível dos desejos do Ego, onde a maioria da humanidade vivencia conflitos. Divide-se em quatro partes:
4. Desejo Afetivo: É o nível do desejo de ter perto aqueles que se diz amar; é o nível dos desejos de posse e também da expressão do amor ao próximo. Neste estado de consciência, muitas pessoas creditam que somente serão felizes se estiverem junto do ser amado, depositando sobre este ou esta, suas expectativas de felicidade, sem perceberem que felicidade é um estado interno, relacionado ao fato de que o ser esteja realizando, em sua existência, aquilo que veio.  Realizar Este é o nível de expressão da missão existencial, em que o ser ama o que faz e se integra ao contexto em que vive, servindo ao próximo. Neste nível ocorre o movimento qualitativo do amor de Pornéia (amor sensualizado), para Eros (amor romântico), para Filia (amor fraterno), até alcançar Ágape (amor divino). É também o nível dos conflitos entre apego e desapego.
3. Desejo de Poder: É o nível do desejo de dominar ou, em contrapartida, ser direcionado pelo outro. Algumas pessoas acreditam que somente ficarão bem se estiverem hierarquicamente acima dos seus semelhantes; outras esperam que terceiros decidam o que devem fazer. As primeiras tendem a sair na frente, escolhendo o que fazer, segundo seus próprios critérios. Algumas vezes desconsideram as opiniões alheias. São proativas. As segundas são reativas e temem assumir a responsabilidade por suas escolhas. Este é o nível dos conflitos entre mandar e obedecer.
2. Desejo Sexual: É o nível do desejo de se aproximar do que é prazeroso e se distanciar do que desagrada. Neste nível, a Individualidade em evolução pode perder em relação às suas metas de aperfeiçoamento, acreditando que será feliz se não tiver obrigações ou compromissos. Geralmente apresenta dificuldades para assumir responsabilidades e lida mal com o trabalho, podendo conduzir ao desvio das metas existências e evolutivas. É o nível do conflito entre prazer e desprazer.
1. Desejo Material: É o nível do desejo de acumular bens materiais, esquecendo-se transitoriedade da existência terrena. Algumas pessoas, neste estado de consciência, passam a vida tendo como meta o enriquecimento (lícito ou ilícito), acreditando que somente serão felizes, tornando-se ricas. Outras apresentam padrão de escasses, acreditando que nasceram para sofrer privações e que somente assim, alcançarão o reino dos céus. É o nível dos conflitos entre ter e não ter.

            A meta existencial é colocar os desejos da Personalidade perecível sob o comando da Individualidade eterna, desse modo construindo o Templo Pessoal e alcançando o estado de consciência de Mestria, ao tornar-se Mestre de si mesmo, à imagem e semelhança do Cristo.
            De posse dessas informações, podemos então compreender o sentido mais profundo dos fenômenos de Ressurreição e Reencarnação: Ressurreição é o fenômeno através do qual uma Individualidade altamente evoluída potencializa os átomos do seu corpo físico, revertendo-os em energia, desaparecendo do plano físico e ressurgindo no plano extra-físico, com a totalidade do seu SER. Foi o processo vivenciado pelo Mestre Jesus e que, quando alcançarmos a mestria, também poderemos vivenciar.
Reencarnação é o fenômeno através do qual uma Individualidade, durante o processo evolutivo, retorna à existência no plano material da vida, para o desenvolvimento de uma nova Personalidade, até alcançar o estado de consciência de mestria.
Desse modo poderemos por fim aos conflitos dogmáticos entre as diferentes Tradições Religiosas. Aquelas que focalizam a Personalidade nominada e perecível afirmam que não existiremos novamente e isto é verdadeiro. Nossa Individualidade guardará, no Corpo Causal do nível psíquico, todas as memórias das Personalidades ou existências anteriores, vivenciadas ao longo do processo evolutivo, as quais não mais existirão. Aquelas que focalizam a Individualidade inominada e eterna, afirmam que voltaremos sempre a existir e isto também é verdadeiro, porque a mesma Individualidade estará cursando, através de uma nova Personalidade, mais uma série de aperfeiçoamento na Escola da Vida.
Que possamos deixar ao livre arbítrio e ao estado de consciência de cada ser a escolha de suas próprias crenças e verdades existenciais, respeitando a percepção de realidade que melhor convém a cada um...

Texto de autoria de Sueli Meirelles: Especialista em Psicologia Clínica e Pesquisadora de Fenomenos Psicoespirituais.

Site: www.suelimeirelles.psc.com.br



sexta-feira, 20 de junho de 2014

TRANSRELIGIOSIDADE - Parte I - Vídeo



Site: www.suelimeirelles.psc.com.br

APRESENTAÇÃO DO CARROSSEL DE LUZ - Capítulo 1 da Apostila do Carrossel de Luz

          
       Somos um grupo de amigos evolutivos, a meio caminho da grande jornada da vida. Nesta trajetória, não por acaso, fomos convocados para o grande desafio da abertura interior em busca do ponto de síntese entre diferentes crenças religiosas. No meio, os conhecimentos da Psicologia Transpessoal, da Física Quântica e da Metafísica permeados pela fé, sem nenhuma vinculação religiosa, mas ainda limitados pelas exigências do rigor científico. No processo de auto-descobrimento que se seguiu, muitas vezes tropeçamos em preconceitos que nos pareciam intransponíveis e que quase nos conduziram à dispersão do grupo. Nestes momentos mais difíceis, o amor, a honestidade de propósitos e, sobretudo, o apoio incondicional do Anjo da Síntese, o Mestre Jesus, nos ajudou na continuidade da tarefa.
       O material contido nesta apostila foi organizado a partir das lacunas de informações que identificamos, de parte a parte, e que impediam a comunicação entre abordagens religiosas e científicas tão diferentes. A cada passo, tivemos que nos calar para ouvir o outro; fechamos os olhos para as nossas verdades “absolutas”, para ver a verdade do outro; aquietamos o próprio coração, para sentir o sentimento do outro. Muitas vezes tivemos medo. Medo de parar e medo de continuar. Nestas ocasiões, sempre recebemos o auxílio superior de que necessitávamos para construir pontes entre conhecimentos e sentimentos cristalizados por séculos de condicionamentos culturais e preconceitos. Descobrimos que a maior dificuldade era trazida por nossa tendência humana para nos fecharmos dentro do conhecimento adquirido, esquecendo-nos de que toda informação armazenada precisa ser atualizada pela permanente Lei da Transformação, que a tudo permeia e que dá sentido evolutivo à própria vida; o oposto é a estagnação de nosso processo de aperfeiçoamento. Todas as vezes que conseguimos construir uma ponte sobre as divergências, do outro lado encontramos o terreno fértil da compreensão, da tolerância e do amor fraterno, capaz de unir a todos os filhos de Deus, apesar das aparentes diferenças que possamos apresentar. Em todas essas ocasiões, uma grande alegria e uma paz imensa nos invadiram, mostrando-nos que este era o caminho.
       Esperamos que nossa experiência, que ainda está muito longe de ser concluída, possa estimular outros irmãos a iniciarem esta fantástica viagem em direção ao ÚNICO DEUS que sempre foi e que sempre será, independentemente do quanto tenhamos a tendência a separar e fragmentar uma totalidade, quando não a compreendemos.  Em nossas divergências, descobrimos que o número de pedaços em que dividíamos a realidade maior era sempre inversamente proporcional a nossa pequenez humana, com seu alcance limitado diante da imensidão cósmica, ou seja, quanto menos sabemos, mais fragmentamos o conhecimento.
       Deixamos aqui a nossa contribuição a todos aqueles que desejam a PAZ para este Planeta, uma das muitas moradas da casa de nosso PAI CELESTIAL. Aquela em que viemos aprender a difícil tarefa de amar incondicionalmente...
       Alçar vôo em direção ao desconhecido, para descobrir aquilo que sempre fomos é o grande desafio desta proposta e o verdadeiro sentido do Religare...Convidamos a todos aqueles que divergem em suas crenças, para que se reúnam em torno do Mestre Jesus.
      

                                                     Os Amigos Evolutivos do

                                                      CARROSSEL DE LUZ 

Texto de autoria de Sueli Meirelles
Site: www.suelimeirelles.com
Email: suelimeirelles@gmail.com
Whatsapp: 55 22 999.557.166

Email: suelimeirelles@gmail.com

SIGNIFICADO DE CARROSSEL - Capítulo 2 da Apostila do Carrossel de Luz


       2. SIGNIFICADO DE CARROSSEL

         O termo CARROSSEL refere-se à orientação de que ele deverá girar e expandir-se, através do desmembramento de cada grupo, dando origem a novos grupos, os quais, por sua vez, também virão a originar novos grupos, formando uma REDE DE LUZ, expandindo a consciência de que DEUS é a força Onipresente, Onisciente e Onipotente, presente em todos os Raios e freqüências vibratórias, em todos os Reinos, e em todos os níveis de manifestação da vida.


2.1 - DINAMICA DO CARROSSEL DE LUZ: Nas reuniões presenciais do Carrossel de Luz, inicialmente colocamo-nos em semi-círculo, diante da Placa do Índio, reverenciando o respeito à Mãe Terra e aos Ancestrais Africanos e Indígenas, recitando, em uníssono, parte da Carta do Chefe Seatle ao Presidente dos Estados Unidos.[2] Subimos a trilha meditativa, até a Pedra da Chama Trina, onde nos conectamos aos Arquétipos dos Mestres Francisco e Clara de Assis, recitando, em uníssono, o Poema Louvor a Deus[3], buscando o fortalecimento e expansão da Chama Trina da Vida, em nossos corações. Continuamos a subir a trilha, pegando pelo caminho, gravetos, folhas... Como símbolos representativos do que desejamos transmutar em nossas vidas. Diante da Pira Sagrada, acendemos a Chama Sagrada, sob a égide de Mestre João Batista, Arquetipo da Justiça e fazemos a Invocação Planetária[4] e uma versão doHo’oponopono, pedindo a transmutação de todas as energias mal qualificadas, dentro ao redor ou contra nós em suas polaridades positivas. Dentro do espaço do Carrossel de Luz, cada participante faz, silenciosamente, sua oração pessoal. Os homens sentam-se à esquerda e as mulheres â direita. Terminada essa etapa, a Coordenadora do Carrossel de Luz inicia, juntamente com o grupo, a leitura do Poema O que é o Carrossel de Luz[5] a Formação do Campo de Proteção, invocando, em voz alta, os Mentores desse Serviço Crístico (Arcanjo Miguel e Arcanjelina Maria, Mestre Jesus e Mestra Maria Madalena, Mestre Francisco de Assis e Mestra Clara de Assis, Mestre Saint Germain e Mestra Pórtia). Em seguida, é invocada a Chama Violeta da Misericórdia Divina e feita a transmutação de todas as energias mal qualificadas e dissonantes porventura ligadas ao grupo, através do Perdão Tríplice (Perdão a si mesmo, pedido de perdão ao próximo, perdão ao próximo). Depois, é induzida a visualizada da Escada de Jacó, a escada evolutiva, no sentido horário, através da qual, sob Comandos Teosóficos realizados por todos, em uníssono, o grupo vai elevando seus estados de consciência, invocando os 12 Atributos Divinos (1. Vontade, 2. Sabedoria, 3. Amor, 4. Paz, 5.Harmonia, 6. Fé, 7. Misericórdia, 8. Autenticidade, 9.Equilíbrio Cósmico, 10. Consolo Cósmico, 11. Alegria de Servir. 12. Síntese (Consciencia da Unidade). Terminada essa etapa, é aberta a fase de verbalização sobre as percepções de cada participante, podendo-se aprofundar as informações acessadas por cada um, quando necessário, até que se tenha alcançado a síntese em relação ao propósito estabelecido para cada reunião. No sentido de advogar em benefício de todos, tudo o que recebemos é expandido, através da Oração de Ankh, para todo o Planeta, contribuindo para o movimento de Síntese e integração entre os opostos. Terminada a fase de verbalização grupal, agradecemos ao Criador, pedindo a magnetização da água, que são distribuídas nos copinhos, identificados com os 12 atributos Divinos. Depois de bebida a água, cada um decreta o Atributo recebido. No encerramento da reunião presencial, entoamos a Canção do Amanhã[6], canalizada especificamente para o Carrossel de Luz e nos abraçamos, desejando a cada um o Atributo Divino que recebemos, na Benção da Água.



[1] Sueli Meirelles - Coordenadora do Carrossel de Luz
[2] Carta do Cacique Seatle, que está afixada numa pedra, no Hotel Shangrilá:  http://www.unisinos.br/ensino-propulsor/carta-do-cacique-seattle/

Email: suelimeirelles@gmail.com
Whatsapp: 55 22 999.557.166







[1] Texto canalizado por Sueli Meirelles



quinta-feira, 19 de junho de 2014

O QUE É O CARROSSEL DE LUZ - Poema





Carrossel é pedra filosofal
Que transforma o vil metal
Dentro do ser humano.

Ledo engano
Pensar que é possível evoluir,
Sem o passado reconstruir!

Carrossel é espaço de autenticidade,
Onde o ser sem idade
Busca no inconsciente profundo
A própria história do mundo.

Ledo engano pensar
Que é possível evoluir,
Sem a história transformar.

Carrossel é espaço de luz,
Que pela escada evolutiva nos conduz,
Em direção à cruz erguida,
Pela missão requerida.

Ledo engano pensar
Que é possível evoluir,
Sem ao próximo servir.

Carrossel enfim
É o espaço evolutivo,
Onde um grupo seletivo,
De Missionários da Luz,
Servindo com dedicação,
Ao nosso Mestre Jesus,
Como ele se entrega,
Aos pés da Santa Cruz,
Àquele que nos conduz.

Força Interior que nos habita,
Desde há muito escondida,
Nos recônditos do coração,
Esperando, silenciosamente,
Que tenhamos aprendido
Esta simples lição:
O Amor é a força que sustenta os Universos
Tornando unos os seres tão diversos
Que compõem a Criação.

Canalizado por Sueli Meirelles

Em 15/07/10 às 01:15

Site: www.suelimeirelles.psc.com.br
Email: suelimeirelles@gmail.com